The Fashion Show – Entrevista com Filipe Veiga

Presente num desfile em Braga na noite do dia 13 de Agosto, entrevistou-se Filipe Veiga, um recente estilista de moda que confessa que a sua coleção prima pela elegância e sensualidade.
O Filipe confessou-nos que escolheu ser estilista porque essa paixão surgiu por crescer a ver a mãe e os avós a terem jeito para a costura e acabou por ser influenciado involuntariamente a gostar tanto do que faz hoje.

Filipe, em que é que te inspiraste para esta coleção?

Inspirei-me no Palácio de Versailles, mais propriamente no Jardim de Versailles. Inspirei-me nas cornucópias e na beleza e perfeição do próprio jardim. Agradou-me a Simetria!

Portanto, pode dizer-se que os pequenos pormenores te chamam à atenção?
Sim. Inspiro-me muito em pormenores.

Porque é que optaste por tecidos leves e de cores claras? Alguma ligação por trás dessa escolha?
Foi para dar um estilo mais suave, mais requintado. Achava que conjugava bem com os bordados em que me inspirei do jardim. Estes tecidos servem para dar um toque mais angelical.

Em termos de peças, consideras ter alguma que aches ser uma peça IN? Que possa vir a ser uma tendência?
Sim. Tive cuidado em ver quais as cores que seriam tendência e como queria cores claras optei por branco, bege, azuis e cor-de-rosa bebé. Os plissados vão se usar muito e tenho um vestido azul plissado na minha coleção.

Quais são as tuas dificuldades no mercado em que estás inserido?
O mais difícil para mim vai ser a parte financeira. É normal…

Inspiraste em alguém? Tens alguma “musa”?
No João Rolo e na Elsa Barreto, que me dá uma grande ajuda e sei que me vai ajudar sempre. A escolha dos tecidos passou pela aprovação dela. Ela acompanhou-me desde o início e as costureiras também.

Quais são os teus objetivos para o futuro? Vês-te como um grande estilista?
Quero muito isto, mas vejo me lá fora. Talvez em Paris…
Imagino as minhas coleções a passar no Portugal Fashion mas…

Qual é o teu público-alvo? Como é que descreves a mulher que vestiria as tuas peças?
Uma mulher de classe alta entre os 20 e os 45 anos porque os vestidos são mais sensuais e joviais.

Agradecemos o teu tempo e esperamos que tenhas um ótimo futuro. Quem sabe alguma leitora compra uma criação tua…
De nada. Obrigado eu!

Reportagem: Adriana Matos
 Fotografia: Sérgio Pereira
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: