Nuno Baltazar: “Bato com a porta e digo um enorme NÃO”

Nuno Baltazar, estilista nacional, tornou público na passada segunda-feira, dia 18 de março, que não ia participar mais na semana da moda portuguesa “há aproximadamente 3 semanas decidi que a minha 30ª coleção seria a última a ser apresentada na plataforma Portugal Fashion.”
O designer demonstrou, através de uma publicação no Facebook e anteriormente numa entrevista à ELLE, o seu descontentamento com a direção do Portugal Fashion “Podia estar aqui um dia inteiro a debitar detalhes, dos mais pequenos aos maiores (alguns deles vergonhosos) mas o que interessa, e espero mesmo que interesse a alguém, é que eu saio, bato com a porta e digo um enorme NÃO esta direção do Portugal Fashion”, explicando que esta decisão foi tomada em seu nome e que as opiniões são apenas do mesmo “Mas falo apenas em meu nome. As minhas opiniões apenas me representam a mim.”
O estilista português afirma, ainda, que a organização deste evento não dá valor aos designers e às suas equipas mas sim aos cumprimentos de datas para aquisição de verbas para o projeto “A dignidade das apresentações de moda de autor e as condições de trabalho das equipas que trabalham arduamente para que os desfiles aconteçam está seriamente comprometida, porque o verdadeiro objectivo não é o de elevar e projectar os designers portugueses. O objectivo é cumprir com candidaturas que garantam a manutenção de atribuição de verbas para a suposta promoção da moda portuguesa”

Nuno baltazar face menor

Nuno Baltazar mostrou o seu interesse em criar uma associação que defendesse os estilistas e a moda em Portugal. Mas depois de uma tentativa de criação de uma associação de designers falhada, devido à falta de apoio por parte de outros estilistas, o estilista percebeu que as fragilidades dos estilistas portugueses nascem daí “No passado recente tentei criar uma associação de designers mas infelizmente não tive o apoio necessário da esmagadora maioria dos meus colegas. E é exactamente dessa falta de união dos criadores que nasce a maior fraqueza dos designers portugueses. Não temos quem nos represente e defenda a dignidade da moda de autor em Portugal e a forma como ela é levada a plataformas internacionais.”
O designer apresentou a sua última coleção nesta plataforma, tendo como tema “Displaced” que, como o próprio nome indica, é uma coleção que diz ser fora do usual, como se o estilista fosse obrigado a sair da sua zona de conforto. E, efetivamente, foi obrigado a sair da sua zona de conforto com esta decisão de que diz ter tomado sem medo e com dignidade, “Mas tomei esta decisão sem medo. Porque sei que seja qual for a forma serei feliz. Porque só sei fazer se for com amor e dignidade.”
A coleção apresentada conduz-nos até ao seu interior e tenta transmitir-nos sentimentos como a euforia e abandono com coordenados em tons contrastantes como o preto carvão e o ouro lurex.
Formado em Design de moda pela Citex, Nuno Baltazar foi reconhecido várias vezes pelo seu trabalho, tendo em 2013 ganho o globo de ouro de melhor designer do ano.
adriana

Veja o desfile completo aqui:  Nuno Baltazar – Dispalced

Texto: Adriana Matos | Fotos: Sérgio Pereira
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: